Seguidores

"Quando se ama, não é preciso entender o que acontece lá fora,
porque tudo passa a acontecer dentro de nós"


Photobucket


17 de novembro de 2009

PALAVRAS SEM PROMESSAS



Eu te prometo hoje o meu universo.
Aproveito a força do meu instinto.
Rimo meus desejos com os seus, em versos.
Chegue! Aposse-me e prove do meu absinto.

Venha sem tabu! Com seu jeito manso, eu aceito.
Rodeia-me e contorne meu corpo sensual.
Desliza seu olhar! Desliza sem preconceito.
Vire-me ao contrário desse nosso ato formal.

Quem te disse que era a hora de partir?
Sou sua chegada em plena despedida.
Pele e calor! O abstrato e o meu sorrir.
Diferença estampada em cada partida.

Minhas promessas têm validade! Meu agora.
Defino sua ausência em vários tons.
Há um contexto! Não preciso ir embora.
Sua presença me basta! Guio pelo seu som.

Sinto suas palavras em mim! Nosso momento.
Nada é indefinido! Nada é tão impossível assim.
Escuto uma canção! A que veio pelo vento.
Arrepio de prazer! Beija-me meu querubim.

Quando te vejo por ai, fico louca de paixão.
Recomponho-me, mas minha boca fica rouca.
Sigo meu sexto sentido! Sigo um coração.
Quem é você? Abraçar devagar é coisa pouca.

0 comentários:

 
Clique p/voltar
©2007 Por Templates e Acessorios