Seguidores

"Quando se ama, não é preciso entender o que acontece lá fora,
porque tudo passa a acontecer dentro de nós"


Photobucket


2 de setembro de 2009

Alma de poeta...



Eu carrego uma dor na alma,
Aquela que emana dos românticos,
Poetas de um mundo absurdo,
De faz de conta,
Onde amar é o verbo mais conjugado.

Imagine que eu seja,
O mais mal-amado dos românticos,
Mais desprezado dos viventes,
Sou eu carente, mas descente,
No mundo real amargurado.

Imagine então que eu seja,
O ultimo dos românticos,



A inundar, transbordar
Me afogar em lágrimas,
A me guardar a cada alvorecer
E crepúsculo do dia,
A me desfigurar em rugas
E fios grisalhos,
A me contentar a esperar
Tuas caricias e tocar tuas curvas,
Mesmo que seja só algum dia,
Tudo, tudo por você.

Imagine agora que não existam musas,
Só a solidão como campania,
O triste fim do homem que foi capaz,
De sacrificar a vida por uma ilusão.


0 comentários:

 
Clique p/voltar
©2007 Por Templates e Acessorios