Seguidores

"Quando se ama, não é preciso entender o que acontece lá fora,
porque tudo passa a acontecer dentro de nós"


Photobucket


29 de janeiro de 2010

Tua saudade!


Senti saudade de você esta manhã

Procurava teus olhos que sempre iluminavam

O meu acordar enquanto

O tempo se esvaía em gotas dolorosas


As lágrimas sentidas do amor ausente

Serpenteavam impiedosas

Levando consigo os sonhos e lampejos de outrora

Que flutuavam junto com o seu rosto


Vinha buscar teus afetos vez por outra

Voltados à outros horizontes

Sentia saudade de ouvir saudade

Do sorriso desfeito, do apresso, do desejo!


Gritos tépidos e olhares cortantes

Dilaceram o que está em tuas mãos

E a tua saudade...

Viaja em outra direção.

Confidências



Não preciso do sol, pois teus cabelos

tão claros também podem me esquentar;

não preciso dos astros, para vê-los,

basta-me olhar de perto o teu olhar.


Não preciso de música, depois

de ter ouvido a tua voz macia

- doce sonata, que a prender nós dois,

meus pesares transforma em melodia.


Não preciso de jóia ou bibelô,

porque, na tua silhueta magra,

a natureza pródiga talhou

a mais linda boneca de Tanagra.


Preciso, apenas, desse teu encanto,

dessa ternura que teu rosto tem,

dessa simplicidade que amo tanto,

por não havê-la visto em mais ninguém.



Fazer amor


Fazer amor requer arte inconsciente
Fazer amor transcende o feio e o bonito
Fazer amor requer a alma despida
Fazer amor transcende a sexualidade
Fazer amor é ignorar todos os conceitos
formais da humanidade
e se entregar como quem se doa a si mesmo
Fazer amor não tem vínculo algum
com o lado físico dos seres
Fazer amor é uma divindade.
divindade que advém do mais nobre dom da vida :
a própria vida.
Fazer amor é enlouquecer a anatomia.
não importa a forma.
o que importa é não importar com coisa nenhuma.
Fazer amor é fazer de inconcebíveis palavrões
um lindo poema.
Fazer amor é fazer do corpo
um banquete de sonhos
e fazer da alma o berço do gozo...

28 de janeiro de 2010

Eu te amo!

Image and video hosting by TinyPic



Image and video hosting by TinyPic

Não existe dificuldade que o amor não supere;
nem doença que o amor não cure;
nem porta fechada que o amor não a abra;
nem águas que o amor não construa uma ponte;
nem parede que o amor não derrube;
nem pecado que o amor não perdoe.



Image and video hosting by TinyPic


Não faz diferença quão díficil seja o problema,
mesmo quando não há mais esperança...
ou quão embaraçado possa ser...
ou grande tenha sido o erro...
O amor é suficiente para dissolver tudo isto!
Se somente nos amássemos mais,
seríamos os mais felizes
e poderosos do mundo!



Por isso...



Image and video hosting by TinyPic

AH....COMO TE AMO!!!

Se vieres!!!


Encontrei-te no infinito!!!



Eu sabia que tu existias...
Os astros mo diziam...eu sentia!
O vento segredou-me os murmúrios da tua alma...
Trouxe-me o perfume da tua essência florida de sonhos belos.


Ah...como eles eram tão iguais aos meus!
Quando olhava a lua, ela sorria com o teu sorriso,
Ela murmurava-me os teus suspiros...


Observava as estrelas e via o teu brilho!
Ouvia-te na sinfonia das ondas
E a minha alma dançava a valsa do amor encantado.


Os meus olhos cantavam as mais belas baladas
Que só tu ouvias.


Sentia os teus braços envolverem-me
Com a maciez do teus carinhos de seda.


Sentia a brisa do teu mar tocar a minha face de veludo.
Ah como eu te procurei....


Neste infinito que nos sussurrava os nossos mistérios!
Agora entendi os enigmas do tempo!


Caminhei, soberana dos meus desejos,
Dos meus anseios,
E vislumbrei o teu majestoso castelo!


Vi que me esperavas sentado no lugar onde ousavas sonhar comigo...
Onde esperavas ver cumprida
A profecia do nosso destino.


Encontrei-te,
Reconheci-te,
Amar-te-ei até à eternidade!

26 de janeiro de 2010

Parte de mim...

Estou presa às raízes,
às convenções, às situações...
Presa ao fato consumado,
ao lado a lado do dia-a-dia.


Presa a um passado, por egoísmo;
é conveniente...o comodismo.
Presa aos ditames da sociedade,
que nada têm com a realidade.


Presa ao medo do incerto, à dúvida;
acostumada ao que está mais perto.
Presa, com receio do novo...
Com medo...de você!


Que fascina, que ensina...
que me seduz!
Sinto-me livre, feliz,
se entregue a essa sedução.
Minha alma sorri, sonhos borbulham...
Renascem as fantasias.


Você liberta meu coração,
revira minhas entranhas,
faz coisas estranhas
e me deixa louca de paixão.


Sim, é você que me faz feliz
como um passarinho, voando do ninho,
dominado em pura emoção.


Depois que você chegou
toda minha vida se modificou,
é inútil tentar esconder.


Tenho convivido estranhamente
com esse dueto,
misto de prisão e liberdade,
que me tira da realidade.


Mas, tudo isso tem seu porquê.
Uma parte de mim...ama você!

Como pude




Como pude me apaixonar assim...
sem pensar no antes e no depois?
Que loucura fiz a mim!
Sonhar tão alto por nós dois!


Meu coração não está cabendo no peito,
pensamentos não são mais meus,
em mim, nada tem mais jeito;
eu fiz de você um deus.


Fiz de você o princípio,
o meio e o fim
de tudo aquilo que é meu,
e do que ainda quero pra mim.




Sem virar as páginas do passado
vislumbrei as entrelinhas do presente
e nesse doce emaranhado
eu me envolvi perdidamente.


Como pude agir dessa maneira,
gostando de você tanto assim?
É loucura?...É passageira?
Não importa!...Vem pra mim.

25 de janeiro de 2010

Meu tudo...

O que tenho de você
pode parecer um nada,
mas que ao mesmo tempo é meu tudo.


Não tenho seu corpo físico,
mas sua imagem não sai da minha mente.
Não tenho sequer seu rosto,
mas o tenho tocado, carinhosamente.


Não tenho seu olhar,
mas sinto seus olhos sempre me fitarem.
Não tenho sua boca,
mas sinto seus lábios sempre me beijarem!


Não ouço sua voz,
mas escuto suas juras de amor.
Não tenho suas mãos,
mas sinto-as em meu corpo, com calor.


Não tenho seus braços,
mas, louca, sinto forte o seu abraço.
Não tenho seu peito,
mas nele me deito, se me vem o cansaço.


Não tenho sua pele, seu corpo,
mas sinto seu cheiro, seu calor.
Não tenho, enfim, nada de você,
mas sinto seu amor.


O que tenho de você
pode parecer um nada,
mas que ao mesmo tempo é meu tudo.

Eu te amo...


Longe de ti!


Delicada...


Juntos...





Com calma e zelo levaria você,
leve e em mim.
Voaríamos juntos, como penas
levadas pelo vento..
No vento do bem querer..
Pele em combinação,
pele em sintonia do sentir..
Iríamos ao outro lado um do outro, sem sair daqui...
Transporíamos o azul do céu,
faríamos arco-íris,
cores da beleza.
E de pena leve e solta,
de vento a fluir,
estaríamos nos, em peles nuas,
únicas do existir..
Na sintonia vencendo a distancia,
na harmonia do momento,
na alegria do tempo,
juntos, infinitamente juntos ...

Meu Amor Meu Verso...
















É muito bom amar você
lembrar de você tanto assim...
Como pode...
Ouço uma música você dança comigo...
Leio você está nas entre linhas...
Penso, sinto você sorrindo pra mim...
Escrevo você me inspira...
Sonho você está sempre ao meu lado...
Converso mesmo camuflado, você é o assunto...
Caminho sinto você ao meu lado...
Vivo constantemente você...
Isso significa que amo você?
Hummm....é muito bom amar você!
Sustenta a leveza que sente neste momento...
Nada mais próprio perante sentidos
aguçados sentimentos trazidos de uma noite
em plena realização de almas amantes...
Chegando na madrugada de mãos dadas
num verdadeiro suspiro de amor inesgotável...
Minhas mãos ainda sentem o calor da noite...
Meus olhos ainda reclamam tua presença e
nossos corpos continuam em chama ardente...
Sustentando a clareza de sentimentos
que não resiste esperar mais...
Alcanço a passos largosos os olhos do meu amor...
Buscando o corpo que compõe com o seu,
a melodia do prazer presente...

21 de janeiro de 2010

"Corpo e alma"

Image and video hosting by TinyPic

Você!

Image and video hosting by TinyPic

20 de janeiro de 2010

Falando de amor...

Carlos Drummond de Andrade






Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração para de funcionar por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante da sua vida.


Se os olhares se cruzarem e neste momento houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.


Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos
encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.


Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino: o amor.


Se um dia tiver que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.


Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.


Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado... se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...


Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite... se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...


Se você tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela... se você preferir morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva.


Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.


É o livre-arbítrio. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as
loucuras do dia a dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor.

Quero...

Quero que todos os dias do ano
todos os dias da vida
de meia em meia hora
de 5 em 5 minutos
me digas: Eu te amo.

Ouvindo-te dizer: Eu te amo,
creio, no momento, que sou amada.
No momento anterior
e no seguinte,
como sabê-lo?

Quero que me repitas até a exaustão
que me amas que me amas que me amas.
Do contrário evapora-se a amação
pois ao dizer: Eu te amo,
dementes
apagas
teu amor por mim.

Exijo de ti o perene comunicado.
Não exijo senão isto,
isto sempre, isto cada vez mais.
Quero ser amada por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amada:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor
saltando da língua nacional,
amor
feito som
vibração espacial.

No momento em que não me dizes:
Eu te amo,
inexoravelmente sei
que deixaste de ama-me,
que nunca me amaste antes.

Se não me disseres urgente repetido
Eu te amoamoamoamoamo,
verdade fulminante que acabas de desentranhar,
eu me precipito no caos,
essa coleção de objetos de não-amor.

Paixão ardente...

Esta chama voraz que arde em meu peito
Me atordoa, me embala, me agita no leito,
Em pseudos e doces espasmos de dor...
É dor saborosa, que leva à loucura,
Que acalma, aquece, entorpece, tortura,
Insolentes e castos eflúvios de amor...
Que são estas ondas tão incoerentes,
De sons e de cores, fortes, envolventes,
De tantos sabores paradoxais?
Serão os sentidos que estão me enganando,
Ou apenas os sonhos que vão me embalando,
Em meus dias maduros... tristes... outonais?

Confesso...
... é o grito, o brado, o clamor, a explosão,
Louco sentimento mesclado em paixão,
Que sinto por ti e é tão delirante...
Que só se acalma quando adormeço
E do mundo, da vida, das dores esqueço,
No pouso encantado de teu peito amante...

Parabéns ao Nosso Amor



Noite festiva,
Comemorações,
Brindemos a nós,
Fiquemos a sós...
Um banho a dois,
Agora e depois...
Em beijos ardentes,
Roçamos contentes
Os poros dos corpos
Que se adoram tanto...
Quero te beijar
Fazendo amor,
Lábios nos lábios,
Olhos nos olhos,
Gemendo de dor,
Dor prazerosa,
De pura paixão...
Prazer doloroso
De pura emoção...
Brindemos, amor,
E comemoremos,
Faz mais de um ano
Que nos pertencemos...




Eu amo amar...



Amo as manhãs de brisa primaveril
E amo as tardes solitárias de abril,
Quando o outono espalha folhas pelo ar...
Amo as noites calorosas de verão
E as geladas madrugadas, quando então,
Tu me aqueces de tanto me afagar...


Amo acolher-te em meu leito, ansioso,
Homem-menino, de carinhos desejoso,
Amante-mel, razão maior de meu viver...
Amo ceder-te, em minhas íntimas loucuras,
O que melhor de mim sei que procuras,
Amo demais me dar - e a ti satisfazer...


Mas se não vens, se tu te vais, me vejo enfim
Meio sem rumo, meio até fora de mim,
E ainda assim, eu sou feliz, fico a sonhar...
Porque, Amado, amar em si é alegria,
Eu amo o sonho, a saudade, a nostalgia,
E amo você, amo a vida...e eu amo amar!

19 de janeiro de 2010

Apaixonados!

Somos dois loucos apaixonados
Fugindo desse mundo absurdo,
Longe dos barulhos de cidade grande...
Como se fossemos para um paraíso
Onde tivesse uma bela sinfonia de fundo.
Beijos e carícias
Tomados de carinho.
Nada importa,
O que importa é essa vontade
De fugirmos juntos,
Onde somos os perseguidos pelo tempo,
E nosso refugio são as estrelas e a lua
Testemunhas de nosso crime;
Crime por sermos tão apaixonados
E só termos ouvidos para as juras do amor,
E pensamentos de ficarmos eternamente
Nesse paraíso encantado,
Onde as ondas da paixão
Vem e ficam,
Porque somos dois loucos...
APAIXONADOS!!!

Amo-te

Amo-te muito e de tanto amor pereço,
que sem ti não vivo, não morro, não aconteço.;
sem o teu amor não sei se a luz ainda existe,
sou somente aquela que não vive, resiste.

Pensando em ti consigo conter a alegria dentro do coração,
A minha alma externa essa emoção.
Como pode um grão de areia conter o mar?
Como posso conter essa explosão que é de te amar?

Amo-te mais a cada instante, a cada segundo.;
Amo-te com tanta força que poderia erguer o mundo.;
É tanto o sentimento que não contém a imensidão,
que tanto brilho emana, que clareia qualquer escuridão.

A tua face de menino sorridente me faz sonhar,
o teu lado infantil me faz voar.
A tua face amante me faz perdida em teu olhar,
que quanto mais me perco, menos me quero achar.

É impossível mensurar o tamanho desse amor,
é imensurável o toque, o beijo, o calor.;
é impossível descrever o quão maravilhoso é te amar,
é indescritível a sensação de liberdade, de voar.

Como te dizer o quanto te admiro, o quanto te quero?
Como dizer que, se preciso for, para sempre te espero?
Como dizer que não importa o tempo, tudo dará certo?
Não preciso prometer, tu me procura, eu sempre estou perto.

Não tenho lugar nenhum para ir, quem disse que vou partir?
Temos uma vida inteira de águas cristalinas a fluir,
uma vida inteira do infinito azul para vislumbrar,
muitas vidas somente para nos amar.

Uma declaração de amor

Possa existir mil obstáculos, mas nada impedirá que meu amor por ti morra.
Atravessarei até os maiores mares, mas não existirá água suficiente que afogue o amor que sinto por você.
Subirei até a montanha mais alta do mundo, só para ti ver, e de lá gritarei seu nome para ver se me ouve, e se me ouvires, direi uma só frase: Eu te amo.
E quando o vento passar, levará consigo o que eu disse, e quando ele soprar em seu ouvido, escutarás junto ao vento: Eu te amo.
E toda vez que o vento soprar em seu ouvido, não será só apenas o vento, mas eu dizendo que te amo.

15 de janeiro de 2010

Me Apaixonei

Como tudo o que acontece na vida,
Visite: Mensagens, Papel de Parede, Videos um dia desses me apaixonei,
foi de repente, sem querer.

Ao te ver senti uma coisa muito quente e sem explicação,
o coração forte começou a bater.

Esse amor foi crescendo, logo me envolvendo.

Num simples dia me peguei em um sonho, unicamente sem razão.

Onde olho vejo você, mas dói viver se não for nos teus
braços, estar sem poder te tocar.

Sempre que nos encontramos, perco os sentidos,
logo me vejo ao seu lado, sonhando com nós dois, em um único
sonho, dentro de um único coração.

Não era o único que te amava, via-me triste ao ver-te nos braços de outro.
Te querer e não te ter para mim é o fim.

Meu amor por vários motivos de aflição.

Por ti chorei… Mas estou firme na luta do viver…
Em meus pensamentos, imagens de quem por minutos foi feliz…

Tudo em você é tão perfeito, seus olhos, sua boca, você…

Não sei se tu me amas, mas o meu amor por ti é imortal…

Por ti faço loucuras, só para demonstrar o meu amor…

Pena que não sou correspondido, só sonhos, tudo em vão…

Mas ainda te amo.

Todo momento de minha vida, passo chorando por um amor ilusionário.

Se teu coração a mim não pertence, o meu é inteiramente seu…

Se mesmo assim não sabes o quanto te amo:
Não vou poder viver, sem ter você.

Você é a minha vida, minha razão de viver, tudo isso porque…

Eu amo você

"Saudade"


Suavemente...




Suavemente caio em ti...
Tropeço no teu corpo
E fico prostrada sobre o teu peito.
Sinto-me a afundar neste mar de desejo
Neste delírio infundado
Que faz vibrar todo o meu corpo.
Suavemente....
Afasto a tristeza que me queima o peito
Limpo as lágrimas que me moem a alma
E deixo-me conduzir...
Hipnotizada.. perdida...
Em teu ser...
Suavemente... olho-te nos olhos...
E tento chegar bem dentro de ti...
E vejo um mar imenso de paixão
Procuro sentir teu corpo
Quando não estás...
Sentir o sabor da tua pele...
E o delírio dos teus beijos...
Recordo-me dos momentos vividos
Das dores desfeitas,
Dos fantasmas esquecidos,
Que tu... meu querido
Aos poucos, vais afastando de mim...
E suavemente... sinto teus lábios de encontro aos meus
Com uma linda ternura
Que me derrete a alma
E faz-me esquecer quem sou.
Entro então,
Numa linda e mágica loucura
Que me tolda todos os sentidos
E embebeda todos os meus passos...
E então... suavemente... encosto-me a ti..
Procurando ouvir teu coração
Que bate ao mesmo compasso que o meu.
Sinto-me a viver uma bela história,
Algo inimaginável... quase inatingível...
Que me verga perante tamanho poder.
Meu coração brilha de expectativa
Quase me salta do peito
À tua, gloriosa, visão.
Sinto-me quebrar em teus braços
Minha mente apaga-se...
E à minha volta... apenas existes tu...
E suavemente.. sinto-me incendiar
Tudo em mim é fogo que queima...
É êxtase, é loucura, delírio...
Quero-te... Quero-te...
Meus pensamentos voam em tua direcção
E sinto-te dentro de mim...
Mesmo que não estejas.
E então... suavemente...
Deixo-me embarcar nesta viajem....
Onde os sonhos tomam forma
E as fantasias se realizam...
.... assim... Suavemente....

Não vou me calar!

Como posso depois de teu olhar
Emudecer, se minha alma quer falar
Não! Ela grita, pulsa, e quer te escutar
Mesmo longe, perto é o teu poetar
Nesta imensidão sinto que quero te abraçar
Te beijar... Em tua confiança eu me aportar
Me corrige sim, nas minhas inseguranças
Nos meus erros, clareie minhas lembranças
Sempre! Meus braços dizem sim para você
Meu corpo sente o calor sem poder te ter
Aqui agora, mas sei que é questão de hora
Para em tua autenticidade eu me perder.
Nada espero mais do que você já me dá
No coração te trago onde quer que eu vá
Neste amor, pode acreditar, não vou me calar!

PRÉVIAS ANTES DO ATO FINAL.

Se eu me enfeito e me perfumo
É que quero chamar a atenção,
Mas quando preparo o leito onde durmo
É porque quero dar ao meu amor emoção.

Dar ao ser amado meu carinho,
Transportá-lo a um mundo de prazer,
Tudo tem de ser feito com jeitinho,
Não é chegar, agarrar e fazer

São as prévias antes do ato final,
Muito mais importante que o cerrar as cortinas.
O amor a dois tem de ter preliminares é natural,
Como a orquestra que sem ensaio desafina.

Findo o encontro de dois amantes,
Lençol desarrumado, roupas pelo chão,
Dois corações agitados, peitos arfantes,
No ar um cheiro de amor em profusão.

“Estrela”




Quem é essa deusa?
É Afrodite ou é Vênus?
_Não, a lua respondeu:
Foi a sua estrela no céu que se acendeu
Comecei arrepiar, e sentir a sensação
O corpo trêmulo e batendo forte o coração
Que batia acelerado, cada vez mais compassado
E se viu completamente dominhado
Brilhante como uma Deusa
Veio se apresentar
No palco da minha Vida
A sua estrela registrar
Olhei para aquele cenário,
Escuro e sem amor
Não sabia mais quem eu era
Não enxergava o meu valor!
Busquei naquele momento
A minha origem encontrar
Fechei os olhos daquela Vida
E fui na morte me buscar...
Naquele oceano de escuridão
De corpo e alma eu mergulhei Enquanto não encontrei a Vida
..de lá eu não voltei…
A Vida se escondia?!
Atrás da desilusão…
Atrás de dores e alegrias…
Saudade, emoção…
Então descobri a paz em tuas mãos!
“ Vida ” Estrela de minha canção!!!

12 de janeiro de 2010

Você chegou

Sua presença tem sido marcante
em minha vida ultimamente,
tem me deixado mais confiante,
feito-me crescer realmente.


Meu pequeno mundo era triste
até você cruzar meu caminho,
porque tristeza nenhuma resiste
a tanta demonstração de carinho.


Com as tristes marcas da vida,
eu quase não conseguia caminhar,
sentia-me tão pouco querida,
até deixei de sonhar.


Mas um sopro inexplicável do destino,
colocou-me em suas mãos
e o que me parecia desatino
devolveu meu coração.


Percebi a minh'alma brilhar
e no amor voltar a crer...
Senti meu coração sarar,
de novo começar a bater.


Suas palavras vieram carinhosas,
no meu coração alojarem.
Senti-as como pétalas de rosas,
sobre mim, despencarem.


Fez-me sentir uma princesa,
quando de mimos me cobrindo
deu-me esta certeza:
você não estava mentindo.


Em minha vida, assim você entrou,
trazendo consigo a felicidade.
Meu coração finalmente encontrou,
quem me ama de verdade.

Teu carinho

Como é difícil não me deixar envolver

por esse teu carinho gostoso,

que só me faz te querer!

Como é difícil fingir que não percebo,

se é dele que recebo a alegria pra viver!

Como é difícil tentar me defender

se ele mexe com meus sentimentos,

deixando-me sem argumentos!

Como é difícil não ficar encantada

com esse carinho singelo,

desprovido de qualquer enfeite,

que apenas espera...que eu o aceite.

Como é difícil não me sentir seduzida

por um carinho tão envolvente

que me excita diferente e chama pra sonhar!

Como é difícil me manter ponderada,

quando, na verdade, o que eu queria

era caminhar por essa estrada!

Meu amado

Se, hoje, eu lhe disser...amor, eu o amo;
não acredite.
Não é a você que clamo.




Se, hoje, eu lhe disser...sem você não sou nada;
não acredite.
Posso estar enganada.




Se, hoje, eu lhe disser...em você tenho pensado;
não acredite.
Apenas tenho lembrado.




Se, hoje, eu lhe disser...venha comigo;
não acredite.
Você é só um amigo.




Mas, se amanhã eu lhe disser...você tem me cativado;
acredite.
Você já será o meu amado.

A outra metade

Eu pude ver um céu azul, jamais visto.
Pude sentir o sol iluminando
minha alma cansada.
Pude perceber a brisa secando
minha face molhada.

passaro
Pude ouvir o canto dos pássaros
na minha janela.
Pude sentir o perfume das flores
da primavera.

FLOR

Pude entender que não estava mais só.
Pude caminhar ao seu lado.
Pude rir de pequenas bobagens.

RIR

Pude jogar fora toda minha bagagem.
Pude recomeçar.
Pude reaprender a amar.

CORA��O

Pude chorar de saudade.
Pude morrer de felicidade.
Pude ter você, um dia, a me completar.



Saber esperar


computador

Que bom é poder abrir meu MSN,
e te encontrar on line, no meu PC!
Achar-te no cantinho, sozinho,
assim a me esperar!


Contando, a qualquer momento,
poder, teus sentimentos, me declarar.


Dizendo-me tantas palavras doces,
como se assim fosse me coroar.


Sendo gentil, muitas vezes viril,
sempre a me encantar.


Fazendo-me sonhar acordada.
Ficando até de madrugada,
só pelo prazer, desses momentos viver.


Mesmo sabendo e não entendendo,
o que poderá acontecer,
entre nós dois com isso, e depois...
Não dá pra saber...


Levando-me à loucura, nessa inocência pura,
de amar sem poder.
Sem poder abraçar, beijar ou tocar...



computador


Nesse delírio de loucos, ter esse pouco,
é mais que sonhar.


É viver emoção, é morrer de paixão,
é saber esperar!

Beijo roubado



Que coisa louca,

essa sua boca

a me provocar!

Deixe de maldade!

Faça minha vontade.

Venha me beijar.














Cole nos meus,

esses lábios de deus

e me faça sonhar.

Num beijo roubado

com gosto de pecado

quero me saciar.





Dê-me, logo, esse beijo

com tamanho desejo

...de continuar.

Revelção



Sinto falta desses seus olhos

que desnudam meu corpo, sem tocar,

e que não escondem o brilho

do desejo ao me olhar.



Sinto falta dessa sua boca

que sabe se insinuar com malícia,

e despertar na minha todas primícias.



Sinto falta dessas suas mãos

que sabem como percorrer minha pele

e tocando esconderijos,

desvendam tudo aquilo que me impele.



Sinto falta dos seus abraços

que sabem me envolver e me puxar

pra bem junto de você

e me fazer, como louca, desejar.



Sinto falta do seu corpo,

que sabe despertar um sexto sentido,

neste meu corpo de fêmea,

que era, antes, adormecido.



Sinto falta do seu suor

em minha pele, exalando o odor

do seu ímpeto

pela consumação do nosso amor.



Sinto falta do seu sexo

que, maravilhosamente,

no meu se completa,

revelando ao mundo

minhas fantasias mais secretas.



Sinto falta do jeito que me seduz,

do modo como sabe dizer que me quer

porque é você e só você

quem me faz sentir...mulher.


Um só

Éramos dois...


antes...não depois.


Amor
O desejo...


e um ardente beijo.

Amor

Um afago...


Que maravilhoso estrago!






A boca, ah...a boca!


Que louca...na roupa!

Amor

Seus braços


nos meus abraços.






Seu peito, seu jeito,


seu toque...o rebote.

Amor

A fúria...luxúria do amor.


Magia, fantasia, ardor.






O impulso...


no gesto, no ato...de fato.

Amor

O contato da pele atrai,


contrai, expele...se vai.






Um momento...


de sentimentos.


Amor
Uma história...


guardada na memória.






Eternamente...


um só.

Essa água





Essa água que desce do chuveiro,

que molha meu corpo inteiro,






umedecendo meus cabelos,

escorrendo em meu pescoço,


beijando minha face,


tocando minha boca...





Essa água que desce do chuveiro,


que molha meu corpo inteiro,






acariciando minhas costas,


deslizando no meu peito,


percorrendo o meu ventre,


enrolando em minhas pernas...






Essa água que desce do chuveiro,


que molha meu corpo inteiro,






penetrando fundo em minha alma,


purifica e me acalma.


Essa água que ninguém mais vê,


somente eu, é Você!

11 de janeiro de 2010

Passos da Paixão

No primeiro passo,
somos ponderados, muitas precauções,
usamos da sutileza, sondamos emoções.


No segundo passo,
deixamos transparecer uma gostosa surpresa,
somos simpáticos, trocamos gentilezas.


No terceiro passo,
deixamos escapar a alegria,
e no meio dessa euforia admitimos que fomos cativados.


No quarto passo,
confessamos ter sentido saudade
e arriscamos demonstrar afetividade.


No quinto passo ,
as emoções que estão chegando de mansinho,
começam manifestar-se em forma de carinho.


No sexto passo,
se tudo ocorreu reciprocamente,
perdemos o medo e nos declaramos, infalivelmente.


Desses passos em diante,
elogios rasgados, os sentimentos todos inteiros.
É a paixão, tentando transformar-se em amor verdadeiro.


E você? Qual desses passos vivencia no momento?
Não se importe. Apenas curta esse sentimento.

Pensamento

Às vezes, fico pensando,
se algum dia nos encontraremos...




Se nossos olhares buscaremos...




Se conseguiremos controlar
nossas mãos,
para que não se toquem,
nossos lábios,
para que não se beijem,
nossos braços,
para que não se abracem,
nossos corpos, para que não se enlacem,
nossas lágrimas,
para que não rolem.





Às vezes fico pensando,
se nos deixaremos levar
por esse amor surpreendente,
que preenche a vida da gente,
que nos faz felizes à distância,
transbordando sem derramar,
enlouquecendo o coração,
obrigando-nos esperar.




Às vezes fico pensando,
se ficaremos só esperando...





Se teremos essa chance,
antes que a morte nos alcance,
de vivermos por inteiro,
um amor tão verdadeiro.

10 de janeiro de 2010

Estou pensando em você!!!







Eu aqui pensando em você e lá fora a chuva caindo...suave,
como a tua voz que ressoa em meus ouvidos .
A distância nos separa agora, nessa noite fria,
mas nossos corações estão aquecidos
pelos sentimentos que agora floresce a cada palavra,
a cada gesto de carinho.
Nossos olhares distantes se perdem em tantos sonhos...
Queria estar juntinho de você ouvindo o barulho da chuva ..
Estar junto de você e sentir o calor do seu corpo me aquecer,
sua mão sobre a minha para me sentir protegida...
Mas você está longe agora, não ouço mais sua voz...
e lentamente adormeço pensando em você.









 
Clique p/voltar
©2007 Por Templates e Acessorios